Estrias somem com o tempo? Leia o nosso post e saiba mais!

Estrias somem com o tempo? Leia o nosso post e saiba mais!

Estrias nada mais são que o resultado de rupturas de fibras elásticas e de colágeno. Ou seja, quando elas são esticadas além do limite, se rompem. Entretanto, será que esse rompimento é reversível e as estrias somem com o tempo? Continue a leitura e descubra. 


Quais são os tipos de estrias que existem? 

Estrias brancas

estrias-somem-com-o-tempo-2

As estrias brancas são parte do estágio em que as estrias já foram cicatrizadas. Não vão evoluir mais que aquilo.

Também chamadas de estrias antigas. Elas começam como linhas mais avermelhadas ou arroxeadas, dependendo do tom de pele. Depois cicatrizam e passam a ter coloração branca.

Elas são um pouco mais difíceis de serem amenizadas. Isso porque são mais antigas. Então, já não recebem a quantidade adequada de sangue. O que diminui sua capacidade de regeneração.

Estrias vermelhas

 estrias-somem-com-o-tempo-1

Assim que ocorre a ruptura da pele e as fibras inflamam, as linhas ficam vermelhas. Esse é exatamente o período de inflamação. O estado mais crítico das fases do surgimento de uma estria.

Entretanto, é o momento em que elas estão mais recentes. Nesse momento, pode ser que elas cocem, já que sua pele estará tentando cicatrizar a região. Não caia nesse golpe! Não coce, pois, isso pode piorar mais a situação da cicatrização. 

Estrias roxas somem?

A coloração de estrias pode variar de acordo com o tom de pele.

Entretanto, é no envelhecimento que ocorre a diminuição da irrigação sanguínea. Por consequência disso, o processo inflamatório se inicia e resulta a cor arroxeada.

Continue a leitura para saber se esse ou os demais tipos de estrias somem, ou não.


Afinal, estrias somem com o tempo?

Conforme dito acima, as estrias roxas e as vermelhas estão no estágio inicial, portanto, são mais fáceis de tratar.

Mas atenção à palavra tratamento! 

Isso se deve ao fato de não haver evidências sobre cura de estrias. Afinal, elas são cicatrizes resultantes de machucados nas fibras elásticas e de colágeno.

Contudo, com o tratamento correto e os hábitos dentro de uma rotina bem estipulada, o aspecto ressecado das estrias pode diminuir em até 80%. Ou seja, ter resultados bastante visíveis e consideráveis.

Como tratá-las? 

Se você ficou curiosa sobre como manter esse tratamento, já que as estrias não somem com o tempo, continue a leitura.

Em primeiro lugar, mantenha uma boa rotina de alimentação. Além de ser ótimo para o seu corpo em geral, você conseguirá manter o controle de ingestão de vitaminas importantes na estimulação do colágeno, rejuvenescimento da pele, entre outros.

Mantenha, também, a rotina de exercícios físicos. Faz bem pra mente e para o bom funcionamento de todo o seu organismo. Atividades físicas regulares podem auxiliar a passar pelas mudanças físicas e hormonais que ocorrem ao longo da vida.

A hidratação da pele também é fundamental no tratamento das estrias, se não for a mais importante delas. Com a finalidade de manter o bom funcionamento do corpo, ingerir muita água durante o dia também é essencial para preservar a elasticidade da pele.


estrias-na-adolescencia

O uso de cremes de tratamento é indispensável. Eles trazem flexibilidade para a pele e ajudam na precaução da flacidez. Na hora de escolher o seu creme de tratamento, opte pelo Creme de tratamento para Estrias Daily.

Só ele contém a Nanotecnologia UPLIFT, que diminui a aspereza da pele, deixa ela mais fina, aumentando a firmeza e elasticidade. O creme ativa mecanismos que estimulam a capacidade auto regeneração da pele, além de ter propriedades antioxidantes. 

O Creme de tratamento para Estrias Daily Softening Michelle Marques já é usado por mais de 300 mil pessoas, sendo assim, você pode e deve confiar na sua eficiência!



Se você quer conhecer mais sobre esse produto e outros que têm garantia na excelência, acesse:  www.vocesemprelinda.com e surpreenda-se com a marca que se preocupa com o bem-estar dos seus clientes!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *